• Frentes Versos

Sim

\\ POEMÁRIO


Por Núria Vieira, Colaboração para Frente & Versos

Imagem: recorte de Monotipias, Mira Schendel


Palavras nos textos, sim Palavras no teatro (como de costume), sim Palavras usadas pelos muralistas, sim Palavras para os letristas, sim Palavras nas artes visuais, sim Poemas visuais, sim Será uma necessidade dos millennials? Cada vez mais usar palavras como matéria. Matéria formadora, massa, objeto. Seria talvez um resultado da era da comunicação rápida, instantânea que povoa nossos olhares Nossos celulares Ou será que estamos precisando mesmo das palavras? Mais do que nunca Porque mais do que nunca estamos buscando alívios Apoios aliviantes da dureza do real Será por isso que mais do que nunca estamos curtindo a poesia? E mais do que nunca queremos ler as publicações de Francisco Mallmann? Haverá festa com o que restar Será por isso que curtimos em peso o último trabalho de Veridiana Mana? Ainda há que sonhar E de todas as demais artistes que estão produzindo hoje com a palavra... Eu acredito que sim!


Em era de não, a gente precisa ler SIM Sim em sua totalidade afirmativa e positiva máxima Sim caloroso Sim solar Sim da Yoko Onno que apaixonou o Lennon (Yes Painting) Sim do Chico Buarque que agora ecoa na minha mente com a voz de Nara.. “Vence na vida quem diz simmmmm” Sim para vocês! Sim

P.s.: E este SIM da imagem, é um recorte da obra da brilhante Mira Schendel, que se utilizou das palavras combinadas a cores e formas com genialidade em sua série Monotipias.

©2019 por Frente & Versos. Criado com Wix.com