• Frentes Versos

Dia D, de Carlos Drummond de Andrade

\\ LIVROS


Frente & Versos dá 5 recomendações que revelam Carlos Drummond de Andrade, para além da obra poética


Redação


A onda quebra no rochedo, do alto, um homenzinho observa por trás das lentes grossas. Sôfrego, sobe a voz do poeta em “Não me fujas no Rio de Janeiro/ Com uma chuva se afasta e uma ave se alonga/ Mas abre importunando ante meus olhos que teu profundo mar conduz a Minas/ Minas além do som/ Minas Gerais. É o fazendeiro do ar, é o poeta maior, Carlos Drummond de Andrade.

Neste Dia D – Dia Drummond –, em comemoração ao 117º aniversário do poeta mineiro Carlos Drummon de Andrade, Frente & Versos dá cinco sugestões para o leitor conhecer um pouco mais da vida e obra do escritor.


1 – “O Fazendeiro do Ar”

Minidocumentário feito sob a batuta de David Neves e de Fernando Sabino. O filme é de 1972 e mostra um Drummond intimista, reflexivo, contudo, acessível. O poeta foi esquivo durante sua vida, pouco falando à imprensa. Neste documentário raríssimo, o leitor é puxado pelo braço pelo poeta, com toda ternura e altivez do itabirano.







2 – Nova reunião


Lançado em 2015 pela editora Companhia das Letras, “Nova Reunião” é uma antologia de 23 livros de poemas do escritor mineiro. No livro estão os principais trabalhos do escritor como A Rosa do Povo e Claro Enigma. De Alguma Poesia (1930), seu livro de estreia, a livros póstumos como Farewell, a reunião é a última antologia lançada na praça.












3 – Correspondência


Drummond era um devoto das missivas. O escritor se correspondeu com escritores notáveis do século XX, como Mário de Andrade, Alceu Amoroso Lima e Pedro Nava. Vê-se nas obras um correspondente dedicado ao ofício da carta como ao da prosa e poesia. Vale para o leitor mais curioso, principalmente aquele fã da vida privada.











4 – Drummond e as Minas


Lançado em 2018, o livro Maquinação do Mundo é um ensaio primoroso de José Miguel Wisnik. A obra busca traçar um intelectual e poeta que militou e se entristeceu com o extrativismo de minérios ocorrido no estado de Minas Gerais. Militante, Drummond soube conciliar os limites entre arte e política, sem se deixar panfletar.





5 – Para ouvir

No LP Carlos Drummond de Andrade: Antologia Poética, é possível dar aos ouvidos prazerosos momentos de escuta. Nele, o próprio Drummond declama versos seus. Artistas também gravaram regravaram célebres trechos da obra poética do escritor, em especial reunido neste canal.



Mídias/Reprodução

©2019 por Frente & Versos. Criado com Wix.com