• Frentes Versos

[Oscar 2020] Episódio II - A corrida pelo Ouro

\\ CINEMA


Colunista de Frente & Versos faz suas apostas para a cerimônia que acontece neste domingo, em Hollywood


Por Gabriel Solti Zorzetto, Colaboração para Frente & Versos




Na manhã desta segunda-feira foram anunciados os indicados à maior premiação da sétima arte. Como esperado “Joker” (Warner); “Once Upon a Time In Hollywood” (Sony) e “The Irishman” (Netflix) e “1917” (Universal) foram agraciados com um alto número de indicações, consolidando as quatro obras entre os os maiores destaques do último ano. 

Começa agora a corrida pelo Ouro até o dia 9 de fevereiro. Premiações de Sindicatos como WGA, PGA e DGA, além do BAFTA serão fundamentais para definir os favoritos. 

Enquanto isso,  abaixo alguns dos destaques da lista de nomeações.


Sr. OSCAR

O grande compositor John Williams conseguiu sua indicação número 52 (sim, cinquenta e dois). Mais uma vez, foi lembrado por sua trilha épica para "Star Wars", agora em clima de despedida, já que o último filme foi vendido como o epílogo da Saga.

“Joker” bate recorde

O filme, que conta a história de origem do icônico vilão da DC Comics, se tornou o trabalho inspirado em quadrinho com o maior número de indicações ao Oscar (11), superando “The Dark Knight” (8) e “Black Panther” (6)

Mais uma vez, a Academia não utiliza as dez vagas

Devido a um complexo processo de votação, chamado “preferencial ballot”, é raro - ou melhor, nunca ocorreu - que a lista da categoria de Melhor Filme utilize o máximo de vagas possíveis, dez no caso.

Esnobes

É um tanto inexplicável não ver o veterano Robert De Niro, impecável em “The Irishman” ou Taron Egerton, extravagante como Elton John em “Rocketman” na lista de Melhor Ator.

A atriz/cantora Jennifer Lopez tinha uma nomeação certa por seu papel em “Hustlers” e também não foi lembrada.

O documentário “Apollo 11” era o grande favorito ao prêmio, mas sequer foi lembrado. Exatamente o que acontecera no ano passado com “Won't You Be My Neighbor”

Brasil lembrado

Dentre as grandes surpresas, vale destacar a presença do documentário brasileiro “Democracia em Vertigem”, da diretora Petra Costa e do apreço pelo longa “The Two Popes”, de Fernando Meirelles.

Confira abaixo as principais categorias com breves comentários:

BEST PICTURE

"Ford v Ferrari"

"The Irishman"

"Jojo Rabbit"

"Joker"

"Little Women"

"Once Upon a Time...in Hollywood"

"Marriage Story"

"Parasite"

"1917"

Comentário: Uma lista que agrada todas as grandes produtoras (Sony, Netflix, Warner, Disney, Warner, Neon e Universal). No momento, o filme a ser batido é "Once Upon a Time... in Hollywood", com "The Irishman" e "1917" correndo por fora. No entanto, são premiações como o BAFTA e o PGA que devem indicar o vencedor.


ACTRESS IN A SUPPORTING ROLE

Kathy Bates, "Richard Jewell"

Laura Dern, "Marriage Story"

Scarlett Johansson, "Jojo Rabbit"

Florence Pugh, "Little Women"

Margot Robbie, "Bombshell"


Comentário: Duas grandes surpresas: “Kathy Bates”, pelo esquecido “Richard Jewell”, de Clint Eastwood e Scarlett Johansson, duplamente indicada neste ano.


ACTOR IN A SUPPORTING ROLE

Tom Hanks, "A Beautiful Day in the Neighborhood"

Anthony Hopkins, "The Two Popes"

Al Pacino, "The Irishman"

Joe Pesci, "The Irishman"

Brad Pitt, "Once Upon a Time...in Hollywood"


Comentário: Lista sem grandes surpresas e com nomes históricos do cinema. Pacino não era indicado desde 1992; Pesci, desde 1991; Hopkins, desde 1998 e Hanks, desde 2001. No entanto, o mais jovem dos cinco, Brad Pitt, é o nome a ser batido (diferentemente dos outros, ele nunca venceu um Oscar por atuação)


ACTOR IN A LEADING ROLE

Antonio Banderas, "Pain and Glory"

Leonardo DiCaprio, "Once Upon a Time...in Hollywood"

Adam Driver, "Marriage Story"

Joaquin Phoenix, "Joker"

Jonathan Pryce, "The Two Popes"


Comentário: Categoria mais disputada da temporada. Phoenix, o grande favorito, Driver e DiCaprio eram cartas marcadas. Banderas teve grande apoio da ala latina que vota na categoria, assim como Jonathan Pryce com o suporte dos britâncios. Nomes como Robert De Niro e Taron Egerton foram esnobados.


ACTRESS IN A LEADING ROLE

Cynthia Erivo, "Harriet"

Scarlett Johansson, "Marriage Story"

Saoirse Ronan, "Little Women"

Renée Zellweger, "Judy"

Charlize Theron, "Bombshell"


Comentário: Já esta categoria era bem mais previsível. Os esnobes mais lamentados, porém, foram o de Lupita Nyongo, pelo terror “Us” e da jovem Awkwafina, pela comédia chinesa “The Farewell”


DIRECTOR

Martin Scorsese, "The Irishman"

Quentin Tarantino, "Once Upon a Time in Hollywood"

Bong Joon-ho, "Parasite"

Sam Mendes, "1917"

Todd Phillips, "Joker"


Comentário: O Sindicato dos Diretores (DGA) apontava para a presença de Taika Waititi, porém Todd Philips conseguiu a quinta vaga, provando o apreço da Academia por “Joker”.


(Os textos de colaboração não expressam necessariamente a opinião da F&V)

©2019 por Frente & Versos. Criado com Wix.com