• Frentes Versos

Assassinato

\\ POEMÁRIO


Por Amanda A., Especial para Frente & Versos



por que matastes a pequena garota?

era tão sensível suas marcas e suspiros

era tão calada sua boca perante tudo

sempre cheia de pensamentos esquecidos

quase tão sentida, era pura e presa.


ainda bem que a assassinastes 

cabeça dividida em farelos de uma

personalidade que desaba em um

tonel de nadas e mais nadas: ela não 


era ninguém antes da morte

encasular-se para soltar-te

antes morta do que respingos de


uma vida que já nasceu para não-brilhar.

©2019 por Frente & Versos. Criado com Wix.com